Cadastre-se no mailing e receba promoções exclusivas, agenda de eventos e lançamentos do universo de Charutos.
FALE CONOSCO: thomas@tziemer.com | Jardins - SP. Brasil. FOLLOW ME: @tziemer
Todos os direitos reservados para Thomas Ziemer. Desenvolvimento por @mecomunica.mkt contato@m3comunica.com - São Paulo / SP. Brasil.

PUROS: Edição Limitada 2016

Um overview dos lançamentos apresentados recentemente e que já estão à disposição no mercado.

Os charutos cubanos “Edições Limitadas” sempre me fascinaram: bitolas não usuais, quantidades limitadas (embora a quantidade produzida não é informada), quase sempre com capas mais escuras e muito oleosas, com tabacos envelhecidos por pelo menos 2 anos. Essa combinação tornam os EL´s em puros de qualidade superior, prontos para fumar e com grande potencial de guarda – além de um preço abaixo dos Reserva e Gran Reserva. Com certeza é o primeiro charuto que procuro numa boa tabacaria quando estou desprovido de um puro.

Para quem não conhece o calendário de lançamentos de Cuba, funciona de uma forma um pouco diferente: os charutos EL são lançados no Festival Del Habano no final de Fevereiro, começam a chegar nas lojas européias no final do mesmo ano e depois são distribuídos para o resto do mundo, aqui no Brasil podem demorar entre 8 meses até 1 ano após o lançamento. Portanto, os lançamentos de 2017 ainda nem chegaram ao mercado europeu, e ainda irão demorar para chegar por aqui.

Se você quer saber sobre os lançamentos do Festival Del Habano 2017, clique aqui e assista o vídeo do Canal Degustando Charutos comigo e o espacialista César Adames.

Três Edições Limitadas catalogadas como 2016 foram apresentados e estão à disposição no mercado: Montecristo Dantes, Romeo y Julieta Capuletos e Trinidad Topes. Os dois primeiros já podem ser encontrados no mercado nacional, mas o Trinidad infelizmente não o veremos por terras brasileiras por motivos legais de registro da marca, porém é facilmente encontrado na Europa. Tive a oportunidade de fumar estes três puros e gostaria de tecer alguns comentários:

Montecristo Dantes Edição Limitada 2016:

A fábrica de charutos cubanos Montecristo teve seu nome inspirado na obra do escritor Alexandre Dumas, O Conde de Montecristo. Um dos personagens, Edmundo Dantes, deu nome à Edição Limitada de 2016.

Indo contra a maré dos Habanos com bitolas acima de ring 50 e curtos com menos de 130mm, este puro tem 167mm por ring 48 (Hermosos No.1) - bitola nunca antes usado na história da marca. No primeiro terço é notável as características clássicas do blend da Montecristo: uma pegada forte, aromas de couro, tabaco e chocolate amargo amansados pelos dois anos de envelhecimento deste puro. No segundo terço evolui bem com o fluxo abrindo um pouco e sentindo mais presente estes elegantes aromas. No final do puro, com aproximadamente 1h15min de degustação, este charuto se intensifica e ressaltam os aromas de couro e tabaco. Certamente é um charuto especial e vai melhorar demais com mais uns anos descansando.

Apresentado em caixas de 10 puros com um preço médio de R$145,00 reais por charuto.

Indico a harmonização com um Rum envelhecido de final adocicado.

Romeo y Julieta Capuletos Edição Limitada 2016:

A história do nome Capuletos vem da Ópera “I Capuleti e i Montecchi” de Vicenzo Bellini, que se traduzido ao português significa Capuletos e Montescos. A ópera trata da disputa das famílias de Romeo e Julieta, talvez a história de amor mais famosa do mundo, também retratada nas caixas da marca.

Embora quase todos os EL tenham a capa mais escura, este Romeo é mais claro que os outros dois lançamentos 2016, porém mais escuro que os charutos da linha da Romeo y Julieta. Conhecido popularmente como robusto extra, pelo ring 53 por 153mm (sobressalientes), propicia uma degustação longa (mais de 1h30min), intensa e com fumaça abundante. A bitola é a mesma utilizada em Edições Regionais, como: Bolivar 681 Exclusivo Bulgária 2011; Ramón Allones Sidon Exclusivo Líbano 2013; Larrañaga Sobresalientes Exclusivo Reino Unido 2014 e Punch Supremos Exclusivo Suiça 2015.

A frio me lembra bons Wide Churchills, mas com uma complexidade a mais - talvez por causa da capa mais escura e o envelhecimento, sendo possível notar alguma doçura neste tabaco. Aceso não é diferente: doçura, frescor vegetal intenso do Wide Churchills e um leve tostado no primeiro terço. No segundo terço evolui para aromas mais complexos de defumado, cedro e tabaco envelhecido. Já no final é generoso em sabores de cedro e tabaco, podendo ficar bem intenso se fumado rápido. Tenha paciência no final deste puro para aproveitar o retrogosto longo e muito agradável. Certamente um charuto de fortaleza média, muito intenso em sabor e fumaça.

Apresentado em caixas de 25 puros com um preço médio de R$155,00 reais por charuto.

Indico a harmonização com um Late Harvest de uvas brancas como Riesling, Torrontez ou Moscatel.

Trinidad Topes Edição Limitada 2016

Não achei referência nenhuma sobre o nome deste puro, mas arrisco em dizer que faz referência as montanhas cubanas. Perto da cidade de Trinidad (Cuba), existe uma série de três montanhas importantes: San Juan (1140m), Potrerillo (931) e Topes de Collantes (800m), que podem ter influenciado na escolha do nome deste puro. Não posso afirmar mas resolvi citar este fato, e quem sabe as próximas edições limitadas da Trinidad não sejam nomeadas em homenagem à estas montanhas?!  

Tenho fumado muitos charutos de bitolas mais generosas e este Trinidad com seu ring de 56 chamou a minha atenção. Com generosos 125mm, um robusto gordo, capa brilhante colorado escura, este puro a frio já demonstra ser um grande charuto. Na primeira baforada os aromas intensos salinos, chocolate amargo e nozes enchem a boca; no segundo terço aromas de café e terra predominam; no final um pouco de pimenta do reino se mistura com café, chocolate, terra e nozes. Um charuto sedoso do começo ao fim, com muita fumaça e sabor, de fortaleza média evoluindo em potência para média mais no final, proporcionando prazerosas 1h15min de degustação.

Apresentado em sua caixa tradicional de 12 charutos a um preço médio de 240 euros a caixa, na Europa.

Indico a harmonização com um belíssimo Cognac ou Armagnac.

 

 

 

Curtir
Please reload

Posts Recentes

November 1, 2019

September 8, 2019

July 31, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload